Hubstaff
Foto de uma mesa com um portátil e óculos de sol em primeiro plano, e uma vista fantástica de uma ilha.
Estilo de Vida

Já Ouviste Falar em Nomadismo Digital?

Atualizado no dia

Nos últimos anos tem se vindo a ouvir mais e mais falar sobre Nomadismo Digital e, sendo este um estilo de vida com base no trabalho remoto, merece ter o seu lugar aqui no ProMarta.

Vamos lá então falar sobre este estilo de vida que tem vindo a aumentar e que muitos são os que ambicionam um dia praticar.

O que é?

O Nomadismo Digital é o nome dado áqueles que vivem um estilo de vida “errante” (nómades) e que aproveitam as novas tecnologias para trabalharem online enquanto viajam pelo mundo.

Ou seja, um nómada por si só é uma pessoa que está em constante movimento, não tem uma residência fixa por muito tempo. Viaja o mundo sem criar raízes.

Ao juntar esse estilo de vida com as imensas possibilidades que as novas tecnologias e o acesso à internet providenciam hoje em dia em todo o mundo, os nómadas começaram a trabalhar remotamente online usufruindo de todos os benefícios que hoje existem. Passando assim a serem chamados de Nómades Digitais.

Book Gift - www.wook.pt

Fazendo uma pesquisa online, há quem diga que existem dois tipos de nómadas digitais:

  • aqueles que estão constantemente a viajar (estando uma média de 3 meses em cada local)
  • e os que têm uma residência fixa e viajam com frequência.

No entanto, e seguindo a definição do termo, eu não posso concordar com tal descrição. Um nómada é alguém que está em constante movimento, pode ser que fique no mesmo sítio dias, semanas ou alguns meses, mas não de forma permanente.

Então quem são, de onde vêem e para onde vão?

Não é fácil encontrar dados completos sobre tal informação pois serão muitos os que praticam este estilo de vida, mas ainda não há um registo completo sobre os seus números e/ou origens.

No entanto encontrei um estudo em Inglês realizado por Peter Knudson e Katherine Conaway – The Digital Nomad Census (Os Censos dos Nómadas Digitais) – por forma a poderem criar o seu livro “The Digital Nomad Survival Guide”, que nos pode ajudar a perceber um pouco mais sobre os Nómadas Digitais.


Para quem esteja interessado no livro “The Digital Nomad Survival Guide“, este está apenas disponível em Inglés e apenas encontrei na Amazon. Aqui fica um link direto para quem queira comprar o livro. Tem uma boa crítica e muito recomendado como sendo um livro a ter para todos os interessados no assunto.

*Como Associada da Amazone, se decidires comprar o livro após clicares no link dado, eu poderei receber uma comissão que em nada afeta o valor que te é cobrado pelo produto.


Voltando ao estudo do Peter e da Katherine, este foi realizado em 2016 através de um questionário anónimo, a pouco mais de 150 pessoas, de 31 diferentes nacionalidades, diferentes níveis de experiência como nómadas e com diferentes profissões.

As conclusões que puderam retirar forão então as seguintes:

  • Este estilo de vida é adotado de forma equilibrada por mulheres (51%) e homens (47%).
  • A maioria tendo entre 25 e 34 anos de idado, no entanto 20% dos inquiridos tinham entre 35 e 44 anos de idade.
  • 55% dos inquiridos tem uma licenciatura completa.
  • Os maiores adeptos são os Americanos (42%), seguidos de pessoas oriundas de países da Europa Ocidental (24%) como podes verificar no mapa apresentado em seguida.
Mapa com as cores dos países no mundo do qual proveêm os nómadas digitais que foram entrevistados para os censos.
Passaportes Usados para Viajar
  • A maioria dos inquiridos vivem este estilo de vida por 6 meses ou menos, dos quais 22% estão entre os 25 e 34 anos.
  • Os que adoptam por ficar a viver sem localização fixa por mais de 3 anos são maioritariamente pessoas com mais de 44 anos de idade (63%).
  • Interessante verificar que mais de 60% dos inquiridos pretende voltar a casa no futuro, no entanto 35% do total de inquiridos não tem planos para parar de praticar este estilo de vida.
  • 45% estavam no momento do inquérito localizados em países na Ásia (Tailândia, Colômbia e Indonésia) e 16% em países da Europa Ocidental.
Mapa que mostra a localização atual dos inquiridos.
Localização Atual dos Inquiridos
  • A maioria trabalha remotamente como Engenheiros de Software (22%), seguido de escritores, consultores e vendedores em lojas online.
  • 50% dos inquiridos tinham um rendimento mensal de $2000 (dólar americano) e uma média de despesas mensais de $1285 (dólar americano) para casa, comida e entertenimento.

Qual é a estratégia para se ser bem sucedido como Nómada Digital?

Pesquisando mais um pouco no “mundo da internet” verifiquei que a estratégia adotada, para se ser bem sucedido, é a de se encontrar locais com acomodações e um estilo de vida considerávelmente mais barato e realizar trabalhos remotos online bem remunerados.

Free Delivery on all Books at the Book Depository

Também são muitos os Nómadas que aconselham que não se esteja constantemente a mudar de local, mas que se adopte for ficar pelo menos uns 3 meses.

No entanto encontrarás muito informação sobre o assunto online em inglés.

Agora surge a questão: Será o Nomadismo Digital algo com futuro?

A maioria parece dizer que sim. No entanto ainda há quem questione de acordo com a situação política no mundo atual, se tal será algo que as pessoas quererão continuar a fazer.

No artigo da Forbes de 30 de agosto deste ano – “Digital Nomadism Goes Mainstream” – segundo Gene Zaino (CEO da MBO Partners que realizou um estudo sobre o assunto), o número de pessoas interessadas neste estilo de vida tem vindo a aumentar consideravelmente e como tal é muito provável que o número de Nómadas Digitais aumente substancialmente nos próximos anos.

No entanto, segundo a “Millennial Magazine”, no seu artigo de 23 de junho de 2017 – “Are Digital Nomads the Future or a Passing Trend?” – de acordo com a situação atual em todo o mundo tanto política como económica, com países a querem fechar fronteiras e as extensas regulamentações quanto a impostos e demais questões, o que passa a ser relevante não é se as pessoas poderão viver um estilo de vida de nómadas digitais, mas sim se quererão continuar a viver este estilo de vida.

Mas como diz o próprio autor do artigo da “Millennial Magazine”, James Hale:

Quem sabe – talvez um dia, nem precisemos do termo “nómada digital”, pois este poderá se aplicar a todos nós.

James Hale, “Millennial Magazine”

Se quiseres saber mais sobre Nomadismo Digital em Português

Mas todos os que queiram saber mais sobre o assunto, deixo aqui uma lista de sites em português que poderão seguir e procurar por mais informação. No entanto se o teu inglés for bom, aconselho-te também a fazeres uma pesquisa no Google com o termo “Digital Nomad” e encontrarás muita informação.

Infelizmente não existe muito conteúdo em Português, mas espero que estes sites te possam dar mais informação.

Nomadismo Digital Portugal

Logotipo do Nomadismo Digital Portugal

O Nomadismo Digital Portugal foi criado em 2016 por Krystel Leal, uma portuguesa que vive atualmente em Silicon Valley, Califórnia, e que trabalha remotamente como freelancer desde 2015.

Este site foi o primeiro do gênero criado a pensar na falta de informação em português sobre o Nomadismo Digital e com o intuito de ajudar outros que estivessem interessados em seguir tal estilo de vida.

Befreela

Logotipo do Befreela

Um blog criado por um casal de nómades – Laís Schulz e Matheus de Souza – que saiu de Santa Catarina, Brasil, para viajar o mundo e trabalhar remotamente. O casal faz questão de mencionar que não foi uma situação de largar tudo e ir à aventura, mas sim planear cada etapa do processo para que a transição fosse sustentável.

eBorges.org

Logotipo de eBorges.org
Hubstaff

Um blog criado por Eduardo Borges, um brasileiro nascido em São Paulo e que vive como nómada digital desde 2010, sendo que em 2016 o faz de forma passiva. Ou seja, o Eduardo consegue viver com os seus lucros de negócios que correm de forma automatizada, sem precisar de despender muito tempo no negócio e mais tempo em outras coisas de que goste. Fiquem a saber mais sobre o Eduardo aqui.

Nômades Digitais

Logotipo dos Nômades Digitais.

Este blog foi criado por Jaque Barbosa e Eme Viegas, dois brasileiros que falam sobre a sua experiência como Nômades Digitais que trabalham online e viajam pelo mundo aproveitando ao máximo este estilo de vida.


Surge agora a questão… Será o Nomadismo Digital algo que te interesse?

Deixa nos comentários a tua resposta e o que achaste deste artigo.

Se conheces quem possa usufruir desta informação, partilha nas Redes Sociais!

  • 9
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.